Por Mônica Gominho

 

Quem acompanha o blog percebe que um dos meus adoráveis costumes se resume a viajar! É “bão” demais!!! Na última terça (29/01), voltei da charmosa Aracaju. Ela não se resume a venda de artesanatos de araras e cajus (rsrsrs). Exceto baladas, passei por locais bem legais.

A orla de Aracaju

Não é exagero, a orla é linda mesmo. Super organizada e recheada de várias opções de barzinhos, sorveterias, pista de um monte de coisa, quadras, monumentos históricos, além do charmoso pedalinho etc.

Em uma das mini pracinhas

Em uma das mini pracinhas

 

 

Pedalinho

Dez reais é o valor para 20 minutos de pedalinho. E aja canela (rsrsrs). Conselho: não chegue perto dos patos, gansos e cia

 

Pedalinho

Pedalinho

 

 

Projeto Tamar

12 reais o valor da inteira e seis o valor da meia. Portanto, não esqueçam a carteira de estudante. Lindo, organizado, vale a pena conhecer a estrutura de lá.

 

Na parte interna

Na parte interna

 

Orlinha

Segundo conterrâneos o dia é o melhor turno para visitar esta pracinha. Lá é legal a vista e para tirar fotos da nova ponte que vai para Atalaia Nova e tem também outros espaços bem fofos.

 

Orlinha

Orlinha

 

 

Praias

Tudo bem que é meio de praxe nas viagens conhecer as praias, mas não podia faltar no roteiro. Assim, em Aracaju as praias são bem limpas, mesmo a água do mar tendo uma coloração escura. Em relação à faixa de areia: tipo anda muito, mas muito mesmo, três vezes maior que a do Rio de Janeiro. O cenário natural das praias próximas é bem semelhante, varia entre as mais baladas e mais calmas. Calmas: Banho Doce, Atalaia, Coroa do Meio. Badaladas: Nova Atalaia e Barra dos Coqueiros.

 

a calma

a calma

 

Cajus

E não deixem de tirar uma foto nos Cajus…faz parte da lembrança.

 

Caju

Caju

 

bjos turísticos!!!

Anúncios

Sobre Mônica Gominho

Sou Mônica Gominho, muito prazer! Jornalista graduada, apaixonada por saúde e tudo que ofereça bem- estar ao corpo e a mente. Hoje, cultivo novos hábitos sem paranóias e sem fugir da comida e das críticas da família e de amigos. Com boas escolhas alimentares, leitura e a prática de exercícios físicos, a amizade com a balança não é mais uma guerra, é apenas consequência das minhas novas escolhas por uma qualidade de vida presente e futura. Alimento o pensamento de que a colheita de amanhã é um reflexo do que somos e escolhemos hoje. Ter saúde, em algumas situações, também pode ser opcional, basta que você cuide de você mesmo!

Muito bom contar com a sua interação saudável ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s