Sempre bom recuperar as forças saudáveis junto a vocês, meus bons companheiros de leitura.

Continuando o embate em pleno cenário marombeiro.

Por Mônica Gominho

Assim, sabe, todos os dias nós sabemos que a academia está lá a nossa espera intacta e com a mesma cara do dia anterior. É quando raciocinar o óbvio não é algo tão proveitoso. Contudo, acabo percebendo que contribuímos bastante para esse marasmo sem fim com ideias de tortura, sem nenhum apego a um foco ou uma meta- mesmo que pequena- para justificar um pouco aquele seu esforço todo. (Minha meta de agora é uma viagem rsrsr).

É, gente, tem que ser objetivo curto, porque se for longo, já viu…a expectativa te prende a uma visão pequena das mudanças.

Bem, como eu só “perfeitamente” fácil de enjoar de cenários- principalmente aqueles pelos quais eu posso mudar- preciso conter pensamentos que atrapalhem a minha ida à academia. Então, ir ao encontro das máquinas, das malhas de ginásticas, dos pesinhos, dos colchonetes (rsrsrs), acabou sendo também um momento de eu avaliar o meu arredor. Além de perder calorias, a academia deve ser um local de socialização, diversão, reflexão, autoestima, passarela, descobertas e desafios.

Pontuando cada um!

Socialização: A academia é um local engraçado, pois as pessoas se falam do nada, se é pela troca de peso, para passar o tempo na bendita ESTEIRA DEUS NOS ACUDA, ou até mesmo puxar papo antes que dê vontade de dormir no colchão no momento do abdominal. É minha gente, eu faço muito isso! E hoje, muita gente já sorrir para mim e isso acaba fortalecendo – boas energias, uma espécie de apoio (como se dissesse relaxa o cora que eu também estou na mesma odisseia que vc);

 

Diversão: O melhor, pois sem querer tesourar, a academia realmente é o lugar da diversidade cultural rumo ao corpo perfeito. Cada um com cada estilo, com caras e bocas, com olhar 007 eu não me acho, eu sou….Então gente, se “morgar” naquela série uó, se joga na imaginação, que passa logo o tempo; Para as meninas é também hora de ver os looks bonitos.

Reflexão + autoestima: Porque se achar a pessoa mais nada a ver com aquele lugar? Muitas vezes, a gente se sente assim, eu sei. Principalmente se sua barriga tá maior porque vc um pouco antes de ir, acabou comendo muito. Ai você encuca em achar que está todo mundo percebendo. Mas, é pensarmos que sempre tem uma pessoa que aparentemente tem menos a ver com o que vc cismou da sua própria imagem, e nem por isso, essa pessoa deixa de ir para a academia. E para aumentar um pouco o nosso ego, garanto, que há sempre um alguém que olha para a gente, nem que seja porque admira a nossa coragem-firme e forte lá.

 

Passarela: Adoro esse momento! Sabe, a gente tem tanta vergonha de fazer tanta coisa todos os dias ou mesmo em festas, que sinceramente, as aulas de ginástica são maravilhosos momentos de extravasar, levantar a perna, balançar os cabelos, se achar mesmo! Meu segredo: nas aulas de dança, me sinto a própria dançarina da madona ou Ivete, e quando o ritmo é mais axéswigão, quero nem saber, logo penso que sou a própria Sheila Carvalho. Então gente, mesmo que vc fique bem no cantinho da sala, não tenha medo de mostrar sua beleza, animação, seu eu…

 

Descobertas e desafios: Todos os dias isso pode ser bem possível, basta que tenhamos um olhar diferente. Faça do seu momento de queima calórica um momento de pensar no que pode ser diferente na sua vida ou no seu hoje. Bem, funciona muito comigo.

Imagine ainda coisas do tipo: eu na esteira, por exemplo, me imagino numa corrida, numa disputa; nas aulas de ginástica é super legar se concentrar na música, cantando no seu íntimo ou imaginando ela como trilha sonora de alguma situação que vai acontecer com você. Quebre barreiras de timidez, e comece através do professor, que na maioria das vezes é sempre uma pessoa alto astral que quer ver você nas aulas dele, uma amizade. Isso também é uma forma de incentivá-lo a dar uma aula melhor, com mais vontade. Perceba uma aula com muita e uma com pouca gente.

 

É isso, por hoje. Já fui para a academia de manhã e ganhei vários sorrisos para o meu dia. Inclusive, um papo de 2 min inesperado no momento do alongamento, o que me fez até jogar a preguiça de lado, afinal, a pessoa também ia iniciar o treino.

Bjos e sorrisos marombados a todos =)

Anúncios

Sobre Mônica Gominho

Sou Mônica Gominho, muito prazer! Jornalista graduada, apaixonada por saúde e tudo que ofereça bem- estar ao corpo e a mente. Hoje, cultivo novos hábitos sem paranóias e sem fugir da comida e das críticas da família e de amigos. Com boas escolhas alimentares, leitura e a prática de exercícios físicos, a amizade com a balança não é mais uma guerra, é apenas consequência das minhas novas escolhas por uma qualidade de vida presente e futura. Alimento o pensamento de que a colheita de amanhã é um reflexo do que somos e escolhemos hoje. Ter saúde, em algumas situações, também pode ser opcional, basta que você cuide de você mesmo!

Muito bom contar com a sua interação saudável ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s