Quanto tempo, calculado com juros horas e sem nenhum desconto dias, que não escrevo aqui. Quando acabo de criar esse “cantinho saúde”, logo aparece tanta, mais tanta coisa para finalizar, pensar, elaborar  e projetar. Ufa! verbos que se resumem a trabalho, sufocando até meu tempo de estudos- meta que a cada dia luto para retomar, afinal, concurso público é uma garantia de estabilidade-, mas vamos ao que interessa, ou pelo menos, ao meu propósito principal que é matar a saudade dessa temporada distante na qual me vi longe do blog.

O post da retomada será bem pessoal, bem bem mesmo….

Depois de tantos desabafos com a temática trabalho, nada melhor do que estender o assunto a um assunto mais  light, digamos assim.

Viajei recentemente por quatro dias e além de descontrair a cabeça, tive que equilibrar a rotina “sem horários” e rodeada de comidas com a manutenção do meu peso. É sempre difícil viajar sem se perder em meio a tantas coisas cheias de calorias e a práticas que não colaboram a queima delas, não é mesmo? 

Só pra citar algumas: passar o dia na praia (só aparece comida e a gente fica mais sentado do que nunca); se vai para um barzinho, nem sempre há música dançantes; na hora do café da manhã ( um caminho cheio de tentações); se bate a preguiça, aparece logo a vontade de assistir televisão e comer pra passar o tempo, e tantas outras situações. Quem não passa por isso em uma viagem? 

Mas, são nesses momentos que temos, mais do que nunca, que agir com consciência, incluindo esses dias como parte do nosso dia a dia mesmo e não simplesmente como momentos de “libera geral”, na velha mania de intitulá-los como : é só hoje, depois volto a minha vida normal. Não, não, viajando você está na sua vida normal e vai levar prejuízos na balança, caso decida exagerar. A viagem passa que a gente nem sente, mas os quilinhos não, a gente vai senti-los logo em seguida.

Vocês devem pensar que a privação foi a minha grande saída, não é? Mas não, a última coisa que fiz foi me privar do que eu gosto. 

Vamos, então, a algumas saídas:

Por todas as refeições em estilo Self service, como acontece geralmente nos cafés da manhã, primeiro eu dava um básico passeio e via o que mais me chamava atenção em comer e só aí eu fazia minhas escolhas, sempre colocando uma quantidade normal e já utilizada no meu cotidiano, sempre procurando variar de um dia para o outro;

Na praia, optava por água, muita água, pois a falta de água no organismo promove a sensação de fome, quando muitas vezes, é apenas sede. Também dava preferência a sucos, água de coco, e refrigerantes zero. O ideal é sair mesclando essas opções. Nada de álcool, pois ele agregado a sol e calor só causa desidratação orgânica. E quanto as comidas, dava algumas beliscadas em amendoim, castanhas, peixe, frutas e picolés da fruta, sem exagero, claro! E nunca comendo com tantos olhos e sacrificando o meu apetite para o almoço.

Nos passeios, é importante você também sugerir. Então, sugeria locais onde tivessem opções mais lights. O mais legal, foi que achei uma sorveteria tudo de bom- o preço bom, o sorvete saboroso, e com várias opções de sabores lights e zero açúcar. Diferente de outros lugares, que quando tem sorvete ligth, e só oferece um sabor “sem graça” e com um preço maior, lá na Fika Frio, foi bem diferente! Fui lá duas vezes. Foi ótimo, pois pude deliciar minha vontade e ainda manter a forma. 

Imagem

 

A sorveteria fica logo no início da orla de Maceió. Lá também tem opções de sorvetes sem lactose.

Outro momento saudável foi a pedalada de quase uma hora na orla também. No calçadão, existe um projeto de aluguel de bicicletas. É muito legal, e tem vários modelos. Tem para pedalar sozinho, com duas, três, ou até mais pessoas de uma vez. E num é que eu e meu amore se jogou !!!!

O valor da pedalada tem o pacote de uma hora e meia hora. Meia hora para as bicicletas normais é R$ 6, 50 e uma hora R$ 9, parece. E para as bicicletas diferentes, é meia hora R$ 8, 50 e uma hora R$ 12 reais  por pessoa. Vale muito a pena. A gente rir a beça, passeia pela orla todinha, e ainda perde umas caloriazinhas não é mesmo!!!! Olha o registro ai embaixo

Imagem

 

Pronto, gente! Espero que tenham gostado das dicas. Prometo, manter um contato pelo menos uma vez por semana. Sinto saudades!!!

Anúncios

Sobre Mônica Gominho

Sou Mônica Gominho, muito prazer! Jornalista graduada, apaixonada por saúde e tudo que ofereça bem- estar ao corpo e a mente. Hoje, cultivo novos hábitos sem paranóias e sem fugir da comida e das críticas da família e de amigos. Com boas escolhas alimentares, leitura e a prática de exercícios físicos, a amizade com a balança não é mais uma guerra, é apenas consequência das minhas novas escolhas por uma qualidade de vida presente e futura. Alimento o pensamento de que a colheita de amanhã é um reflexo do que somos e escolhemos hoje. Ter saúde, em algumas situações, também pode ser opcional, basta que você cuide de você mesmo!

Muito bom contar com a sua interação saudável ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s